Buscar

Um pouco de Media Training não faz mal

Atualizado: 1 de Jun de 2019



No último mês, assistimos a uma série de debates entre os candidatos à presidência da república, aos governos estaduais e Distrito Federal, além dos deputados estaduais, federais e senadores. Foi fácil ver que muitos candidatos têm dificuldade na hora de falar e se portar diante das câmeras. Sei que nós somos profissionais de comunicação e fomos preparados para oferecer uma comunicação de qualidade. Sei também quem nem todos têm a mesma obrigação, mas num mundo onde a informação e o conteúdo atravessam fronteiras num piscar de olhos e onde a imagem fala mais que mil palavras, sabemos que a primeira impressão é a que vale!  


Durante os embates, vimos muitos atropelos, falta habilidade para falar e problemas de dicção. 

Há muitos aspectos a considerar e para início de conversa, a comunicação audiovisual tem suas peculiaridades entre elas, a linguagem não é a mesma utilizada no impresso e isso faz muita diferença.


Não podemos falar como escrevemos. Seria como se estivéssemos apenas lendo para alguém que não terá a chance de ouvir novamente. A linguagem, tanto no impresso quanto na TV, obedece a estruturas diferentes! Além disso, há o peso da voz. A força e o tom podem dar cor as palavras e são grandes aliados para dar mais sentido e força ao que está falando.


Falar e ser bem entendido é tudo o que se espera na comunicação audiovisual. E quando falamos para grandes audiências, falar bem e causar impacto é o que mais queremos!


Outro aspecto é a imagem e esta preocupação começa pela roupa, a cor e o que ela diz sobre você. Não esqueçamos também do gestual e da postura. Como falar com naturalidade e passar confiança. E por fim, o conteúdo. É crucial dominar o assunto para entregar uma informação de qualidade. 


Costumo dizer que para ter uma boa comunicação audiovisual, é preciso cuidar de alguns aspectos, não bastaria estar diante das câmeras e abrir a boca. Como disse há pouco, temos que treinar como falar, o que falar e como apresentar! Depois de percorrido este caminho, agora sim você está a um passo de atingir a credibilidade. Só assim será possível conseguir essa sintonia perfeita entre o que um diz e o que o outro entende, compra e acredita. Uau! Viva a Comunicação!   


Resumindo a nossa conversa, o gráfico abaixo ilustra bem a minha mensagem.


IMAGEM - NARRATIVA - POSTURA - CONTEÚDO = CREDIBILIDADE 


Poderia escrever mais algumas linhas para provar para você o quanto esse trabalho requer uma preparação. O caminho é esse mesmo. Senão, seria fácil demais e bastaria o talento! 



18 visualizações

Assine nossa newsletter

Este site foi orgulhosamente criado por Pereggrin Comunicação no ano de 2018 - Direitos Reservados
Rio de Janeiro - São Paulo - Goiânia - Brasília - Belém
SSL HTTPS.png