Buscar

Fevereiro de 1998 – madrugada trágica no RJ

Atualizado: 10 de Mar de 2019



Lembro como se fosse hoje. As primeiras informações chegaram na redação sobre a queda de um prédio, na zona oeste do Rio de Janeiro. A notícia nos pegou de surpresa pois era semana de carnaval e estávamos todos mobilizados para a cobertura na Marques de Sapucaí.


Era meia-noite de domingo quando moradores do Palace II ouviram um estrondo. Em poucas horas, os 44 apartamentos das colunas 1 e 2 vieram abaixo matando 8 pessoas. O prédio havia sido parte evacuado e oito pessoas ainda estavam no edifício de 22 andares e não sobreviveram.


Foram dias e dias de jornais quase que inteiramente dedicados a esse assunto – reportagens sobre os enterros, a situação dos moradores que perderam suas casas e não tinham para onde ir. Histórias de 176 famílias que perderam tudo: móveis, documentos, roupas, suas lembranças, uma vida inteira. Reportagens também sobre os engenheiros responsáveis pela obra, até chegar a construtora Sersan do empresário e deputado federal, Sergio Naya. Passados mais de 20 anos, até hoje os moradores ainda não foram indenizados. Sérgio Naya morreu em 2001 sem cumprir os pagamentos.


29 visualizações

Assine nossa newsletter

Este site foi orgulhosamente criado por Pereggrin Comunicação no ano de 2018 - Direitos Reservados
Rio de Janeiro - São Paulo - Goiânia - Brasília - Belém
SSL HTTPS.png